O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Sem condições de pagar aluguel, famílias ocupam prédio em Sobradinho e clamam por moradia digna

Publicado em 21/11/2014, às 02h24

Famílias ocupam prédio onde funcionava a Companhia da PM em Sobradinho. (Foto:Sobradinho News)
Cerca de nove famílias estão ocupando o antigo prédio onde funcionava a Companhia de Polícia Militar de Sobradinho (BA). Dentre elas, adultos e crianças convivem no local fazendo dele sua moradia. De acordo com o Portal Sobradinho News, que esteve no local na manhã desta quinta-feira (20), algumas pessoas do grupo disseram não ter um líder ou representante. Ao Portal, eles afirmaram não ter condições de pagar aluguel, por isso estão utilizando o espaço como moradia. Eles temem ficar sem água, pois a energia elétrica já foi cortada.

Foto: Sobradinho News
Uma das ocupantes de nome Livanesa, informou a nossa reportagem que Sílvio Alcântara foi ao local e pediu para que eles se retirassem, pois o prédio que eles estão ocupando é o escritório de piscicultura. “Ele veio aqui mais ou menos às 8h da manhã e disse para sairmos, porque aqui onde estou funcionaria o escritório de piscicultura. Eu não tenho condições de pagar aluguel, morava em um barraco de taipa e ainda mais, cuido de um filho que sofre de bronquite, preciso de uma moradia”, afirmou.

Geilson, outro ocupante do espaço, disse que estão fazendo boatos a seu respeito, afirmando que ele é proprietário de um veículo. Ele disse que os carros que usa são emprestados. Além disso, Geilson disse que o prefeito usou de inverdades ao dizer que ele é assessor do vereador Adilson.

Segundo Geilson, o prefeito Luiz Vicente visitou o local, e de acordo com ele, se a CHESF der a ordem de despejo, não irá fazer coisa alguma por essas famílias, já que elas não o procuraram antes de ocupar o prédio. Em resposta ao prefeito, as famílias disseram que se o procurassem antes, ele não iria resolver essa situação.

As informações são do Portal Sobradinho News.

Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário