O melhor conteúdo da região

Tecnologia do Blogger.

Agência do Meio Ambiente de Petrolina integrará Fórum permanente de discussão sobre a revitalização do Rio São Francisco

Publicado em 19/11/2014, às 17h58

Gleidson Castro, diretor-presidente da AMMA. (Foto: Roseanne Albuquerque / Divulgação)
A Agência do Meio Ambiente de Petrolina (AMMA) vai fazer parte das discussões permanentes sobre ações de revitalização do Rio São Francisco através de um Fórum que será criado com o objetivo de reunir representantes de diversas instituições, além da comunidade em geral, para a defesa de um dos maiores patrimônios naturais do país: o Velho Chico. A iniciativa foi definida na última semana, durante a realização de uma audiência pública provocada pela Câmara de Vereadores do município e a Central Única de Bairros de Petrolina (CUBAPE).

Esse Fórum Permanente deve contar com a participação de representantes de instituições como AMMA, Universidade Federal do Vale do São Francisco, Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina, IF Sertão, CREA, Câmara de Vereadores, Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco, Assembléia Legislativa de Pernambuco, Ministério Público de Pernambuco, dentre outras.

Durante a Audiência, o diretor-presidente da AMMA, Gleidson Castro, destacou a importância da união de toda a sociedade organizada para, de fato, os resultados concretos na preservação e manutenção do rio São Francisco surtirem o efeito desejado. “É importante a gente unir forças para debater esse assunto, mas precisamos concretizar as idéias. Não se pode culpabilizar apenas uma ou outra instituição pelo fato do Velho Chico estar sofrendo com assoreamento, poluição, dentre outros fatores. Cada um tem que fazer sua parte para que a gente possa ter esse Rio sempre perto da gente, ajudando-nos a consolidar cada vez mais a nossa história”, enfatizou.

Castro pontuou as iniciativas da Agência do Meio Ambiente no sentido de ajudar a preservar o Rio São Francisco.“Somente este ano multamos a Compesa em R$ 1 milhão por jogar dejetos sem tratamento direto no Rio. Já pedimos ao órgão que possa melhorar o sistema de tratamento de esgoto. Salientamos também o plantio de árvores nativas da Caatinga às margens do Velho Chico, nas imediações da ORLA 2, como parte da reconstituição da Mata Ciliar. Enfim, temos várias ações e buscamos ampliá-las e melhorá-las, sempre com a parceria de toda a sociedade”.

As informações são da assessoria da AMMA.

Compartilhe no Google +

Blog Revista do Vale

Os comentários publicados abaixo são de total responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da Revista do Vale.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário